Confira aqui os depoimentos de cirurgiões dentistas e pacientes que se beneficiaram com a tecnologia do TMJ-MBV

Depoimentos de Cirurgiões Dentistas

Sou cirurgião Dentista, especialista em Ortodontia e Ortopedia dos Maxilares e trabalho com tratamento de Ronco e Apneia do sono há 10 anos, aproximadamente.

Trabalhei com vários aparelhos ortopédicos e, quando conheci o TMJ MBV, mudei minha linha de raciocínio nesse tipo de tratamento.

Comparando o TMJ MBV com os aparelhos ortopédicos para o mesmo fim, observei que os pacientes apresentam uma adaptação mais rápida e uma tolerância maior no uso.

Com o uso prolongado dos aparelhos ortopédicos, podemos observar uma remodelação da cavidade articular, movimentação dentária e dores persistentes na região de ATM. O sistema do TMJ MBV, no seu material e com bolsões de ar na região posterior, permite uma descompressão da área articular em uma leve movimentação, promovendo conforto na ATM e na musculatura. Nesse sistema, conseguimos, além de impedir o ronco e apneia, promover um tratamento miofuncional dando função e tonicidade à musculatura que faz parte desse processo.A eficácia do sistema foi comprovada ao avaliar pacientes que após período de tratamento realizaram polissonografia assistida utilizando o aparelho.”

Dr. Armando Moraes Piva – CRO  MG: 34561

Eu,Cirurgiã Dentista Maria Adelaide Pithan Burzlaff, reabilitadora e clínica há 38 anos, sempre procurei estudar e me aprimorar para achar a verdadeira Odontologia, aquela onde nossos pacientes pudessem ser bem servidos em todos os aspectos: clínicos, estéticos e sistêmicos. Nesta procura, achei o aparelho TMJ MVB.

Por necessidade própria, experimentei pessoalmente e em familiares e pacientes com DTM, ronco e apnéia. Observei grandes melhoras nas dores musculares, nas gripes e rinites, Dores de cabeça por tensão muscular e em ronco e apnéia. Estes aparelhos agem fundamentalmente na melhoria da respiração e posicionamento lingual, causando ao nosso sistema orgânico um grande benefício.Acredito serem eles a modernidade da Odontologia do século 21.”

Dra. Maria Adelaide P. Burzlaff – CRO  RS: 5258

Periodicamente recebo indicações de otorrinolaringologistas para instalar aparelhos de apneia em pacientes.

Já utilizei outros modelos de aparelhos de apneia, mas esta versão do TMJ MBV é a de melhor aceitação, pois apresenta uma pequena flexibilidade de movimento entre os arcos dentários, e, desta forma, melhor conforto em comparação com o de resina acrílica (por serem rígidos). Material de excelente qualidade e durabilidade. Conforto com anatomia adequada à maioria dos pacientes. Recomendo.”

Dra Mylene Franulovic Peres (Perfect Smile) – CRO  SP: 41848

Depoimentos de Pacientes

Sou paciente da Dra Maria Adelaide, tenho 72 anos e uso o aparelho oral há 6 meses. Ele resolveu meu problema de ronco e apnéia com comprovação de excelente resultado no exame de polissonografia, além de ter melhorado minha insônia. Este aparelho é prático, de fácil manuseio e econômico. Recomendo o uso.”

Paciente de Dra Maria Adelaide P. Burzlaff – CRO  RS: 5258

Por um período de mais ou menos 1 ano, tive todas as noites mal dormidas, com dores pelo corpo e dores muito fortes nos membros inferiores. Fui perdendo estímulo de fazer esteira, pilates e me sentindo muito cansada.

Depois de me consultar com médico e realizar vários exames, não chegaram a nenhum diagnóstico e suspeitaram de fibromialgia. Por último foi realizado o exame de polissonografia e foi verificado que estava tendo vinte e sete apneias por hora, por isso meu cérebro não descansava. Cheguei a sonhar que estava morrendo por falta de ar.

Fui encaminhada à Dra Mylene Peres, que sugeriu colocar o aparelho de apneia TMJ MBV, e obtive excelente resultado. No início, apresentava os maxilares doloridos, mas depois de duas semanas, nenhum desconforto. Estou dormindo bem, sinto não ter mais apneia e estou mais disposta.”

Paciente de Dra Mylene Franulovic Peres (Perfect Smile) – CRO  SP: 41848

No início, relutei em usar este aparelho, pois o volume dentro da boca era um pouco desconfortável, mas após alguns dias consegui me acostumar e atualmente não consigo dormir sem ele. Tenho mais disposição no meu dia, e após realizar novamente exame dá polissonografia, foi detectado diminuição considerável nos episódios de apneia.”

Paciente de Dra Mylene Franulovic Peres (Perfect Smile) – CRO  SP: 41848

Tenho 46 anos, sou obeso e roncava muitíssimo alto. Fazia uns 60 episódios de apneia por noite.

Após o uso do TMJ-MBV para ronco, uns 4 dias depois, minha esposa relatou que o ronco diminuiu 90% e não mais observava apneia. Ficava muito cansado durante o dia, dormia em qualquer lugar.

Hoje estou bem mais disposto e não consigo mais ficar sem o aparelho.”

Paciente de Dra Luciana Monte Barros – CRO AL: 1503

O esporte de rendimento sempre visa o desenvolvimento, aprimoramento e manutenção do desempenho. Diversos fatores contribuem para o máximo rendimento esportivo, como nutrição, treinamento, genética e biomecânica. Nas provas de corrida de fundo 5km, 10km, 21km e a maratona, um dos principais aspectos que favorecem os grandes atletas é o biomecânico. Atualmente sou fundista do atletismo da Sogipa, competidor nas distâncias de 10km e 21km, mas atleta desde os 17 anos. Aluno do último semestre do curso de Licenciatura em Educação Física da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Quando iniciei o projeto com a dentista Maria Adelaide Pithan Burzlaff, sempre tive problemas nos quadris, sendo necessário ajuste quiropráticos e fisioterapia, não conseguia correr com a boca fechada em uma intensidade moderada (64 a 76% da FC máxima), apresentava recorrentes dores na maioria das vezes no lado direito da cintura escapular, nos músculos trapézio, rombóides, serrátil anterior, latíssimo do dorso e deltoide da mesma forma que as ‘’dores de cabeça’’. Durante a prática da corrida o lado direito apresentava maior rigidez e dificuldade para execução e desenvolvimento da corrida contribuindo negativamente para o desenvolvimento da mobilidade articular e postura correta, atingindo principalmente a parte biomecânica.

Com o início do tratamento e acompanhamento da dentista, juntamente com o uso do aparelho, conseguimos reduzir e praticamente zerar o quadro de dor na região da cintura escapular. Durante as primeiras semanas houve bastante dificuldade em fechar a boca com o aparelho e utilização à noite, pois sempre despertava com o aparelho fora da boca. No dia seguinte apresentava algumas dores na região inferior-posterior direita para manter a boca fechada, contudo, manter a língua na posição correta sempre foi extremamente fácil.

Após duas semanas de uso do aparelho, as dores apresentadas nos primeiros dias diminuíram drasticamente. Com um mês de uso as dores apresentadas anteriormente foram sanadas, porém utilizar o aparelho à noite continuou sendo difícil. Em dois meses de tratamento percebi grande melhora na respiração nasal, principalmente em treinamentos, que anteriormente não conseguiam ser realizados com a boca fechada, a partir daquele momento foi realizado com sucesso, a utilização enquanto dormia melhorou e os ajustes quiropráticos reduziram.”

Relatório do Projeto de Pesquisa em Odontologia Esportiva

Paciente de Dra Maria Adelaide P. Burzlaff – CRO  RS: 5258